Êxtase | Bliss Processo

  • Cristina Flores
  • Leticia Monte
  • 23 OUTUBRO - 17H
  • Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto

ext_ext

SINOPSE

Êxtase apresenta o processo de criação de uma obra inédita que propõe o cruzamento entre as linguagens literária, audiovisual e teatral, reivindicando uma cena expandida que é ao mesmo tempo escultura sonora, física e performática. Criado por Cristina Flores e Leticia Monte a partir da tradução-tese de Ana Cristina Cesar para o conto Bliss de Katherine Mansfield, a pesquisa sugere leituras contemporâneas sobre o feminino e sobre a perspectiva da natureza na vida humana.

Este projeto foi contemplado pelo EDITAL 02/2016-Programa de Estímulo à Criação, Experimentação e Pesquisa Artística da Faperj por sua proposta de pesquisa inovadora, sob orientação de Heloisa Buarque de Hollanda.

SOBRE CRISTINA FLORES

Atriz, poeta, diretora, performer, produtora, fundadora da Cia. Os Dezequilibrados e fundadora do coletivo de artistas jardineiros Jardins Portáteis. Foi duas vezes indicada ao Prêmio Shell de Melhor Atriz e ganhou o Prêmio Questão de Crítica, entre outros prêmios.

SOBRE LETICIA MONTE

Artista, performer, curadora, diretora e produtora cultural. Com formação em teatro e dança contemporânea, atuou em espetáculos dirigidos por Denise Stoklos, Enrique Diaz, Rainer Vianna, ChameckiLerner, entre outros. Produziu festivais de arte pública e os premiados documentários Mistério do Samba e A Música segundo Tom Jobim. Atualmente dirige um filme sobre Angel Vianna.  

SERVIÇO

Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto

Endereço: Rua Humaitá, 163 – Humaitá
Tel.: (21) 2535-3846
Capacidade: 98 lugares
Dia: 23 de Outubro
Horários:  17h
Duração: 60 minutos
Entrada Gratuita

Classificação Indicativa: 14 anos

FICHA TÉCNICA

Direção: Cristina Flores e Leticia Monte / Performers: Carol Ivancevic, Cristina Flores e Leticia Monte / Vozes: Branca Messina, Drica Moraes, Enrique Diaz, Ismar Tirelli Neto e Mateus Solano / Projeto de luz: Tomas Ribas / Projeto de som: Yan Saldanha / Produção: Camila Leal e Daniela Paita